FFERRAZ NOTÍCIAS

A Caixa Econômica Federal perdeu, em janeiro, sua histórica liderança no financiamento imobiliário com recursos da poupança. Bradesco e Santander, respectivamente em primeiro e segundo lugares, ultrapassaram o banco estatal em volume de operações para aquisição e construção de imóveis. Os dados são da Abecip, associação das instituições que atuam no setor.

O encolhimento da Caixa se deu num mês de recuperação do mercado. Em janeiro, o volume de financiamentos com recursos da poupança totalizou R$ 3,84 bilhões. O número representa crescimento de 4,4% em relação a dezembro e de 23,7% na comparação com o primeiro mês do ano passado, diz a Abecip.

No primeiro mês deste ano, o Bradesco fez R$ 850,9 milhões em operações. Os financiamentos do Santander totalizaram R$ 809,6 milhões. A Caixa financiou R$ 749,7 milhões nessa modalidade.

O banco estatal desacelerou no crédito num momento em que estuda uma série de medidas para cumprir as exigências de capital de Basileia 3 até o início do próximo ano.

No geral, a Caixa se mantém na liderança do financiamento imobiliário no país, por enquanto, porque faz a grande maioria das operações com funding do FGTS. O governo, porém, estuda a possibilidade de estender esse mercado aos bancos privados.

De acordo com a Abecip, o volume de financiamentos com recursos da poupança nos 12 meses encerrados em janeiro ficou em R$ 43,89 bilhões, uma queda de 5,5% em relação ao ano anterior.

Deixe uma resposta